terça-feira, 8 de janeiro de 2019

"Não, não somos ricos. Mas somos reais"

#@ Há a ideia errada, na cabeça de muitas pessoas, de que, quem tem um blogue tem muito dinheiro; uma vida cor-de-rosa; uma família perfeita; filhos exemplares; uma casa sempre arrumada; tempo para tudo e mais alguma coisa; e "aquele ar" de perfeição - frescos, fofos e sem olheiras.
Pois... Lamento, mas "por aqui" não é assim (longe disso!), portanto quem está "há espera de ver isso", vai ficar desiludido...

Quando decidi criar o blogue, fi-lo pela necessidade e vontade de desabafar o que "vive cá dentro"; escrever alivia-me a alma e ajuda a "descarregar" o que guardo; é como se tirasse "um peso" do peito e ficasse com um alívio imenso no coração. 
Ao mesmo tempo, registo em imagens e textos a fase mais feliz da minha vida: a maternidade; a Mariana; o nosso amor maior. E faço-o sabendo, também, que um dia ela poderá ler e ver todos estes nossos momentos que, mesmo que a memória os tente apagar, estão registados aqui, para sempre.
Nunca procurei a perfeição ou mostrar uma vida perfeita e cor-de-rosa - não faz parte de mim e nem poderia fazer porque o nosso dia-a-dia não é assim: tem muitas cores; umas vezes mais cinzentas; outras mais coloridas; tem algum cansaço e falta de paciência; algumas peripécias e aventuras; gargalhadas e lágrimas; medos e anseios; certezas e incertezas; mas, acima de tudo, muito amor e muita luta. Por uma vida melhor. Por estabilidade. Por conforto e alegria. Pela felicidade. Pela Mariana. Por nós. Para a Mariana. Para nós.
Por isso, quando recebo mensagens ou e-mails a insinuar que "somos ricos", que "não me devia lamentar porque temos dinheiro", que "quem tem um blogue tem muito dinheiro" fico deveras surpreendida e triste. Porque as pessoas falam sem saber. Para atacar. Para magoar...

Sim, tenho de estar grata por ter saúde; uma família que amo e me ama; por sermos felizes na nossa real imperfeição. Mas não, não somos ricos, nem temos uma conta bancária recheada, para gastar com caprichos ou futilidades.
Atenção! Não critico quem o faça, nem quem tenha possibilidades de o fazer. Ainda bem para eles. No entanto, "cá por casa", o dinheiro não abunda; vem do nosso trabalho, do nosso esforço. Ambos trabalhamos, e se um ordenado faltar fará, com toda a certeza, diferença. Não é à toa que trabalhamos em horários trocados; que fazemos tanta ginástica para conseguir estar juntos; que a Mariana acorda cedo; que nos esforçamos tanto...
O que temos provém do nosso trabalho. Não "cai do céu".

Portanto "pessoas", lamento desapontar-vos: NÃO SOMOS RICOS. Pelo menos em dinheiro. Mas somos ricos no que mais interessa: afetos e amor. Isso vos garanto que não nos falta. E, acima de tudo, somos reais, na nossa (im)perfeição. Simples assim.

Alguém se "quer juntar" a mim e desabafar? Estejam à vontade; "sou toda ouvidos".

Espero-vos no próximo post!!!

Nota: o Facebook mudou o algoritmo; vão ver mais posts dos vossos amigos e menos de páginas onde deixaram o vosso like. Querem saber quando há publicações nossas e estar sempre a par das novidades? Então na página de facebook do blogue, clicam onde diz “A Seguir” e selecionam "Ver Primeiro".
Sigam-nos ainda no Instagram aqui e no blogspot também conto convosco - vão à página inicial aqui do blogue; no canto superior direito clicam "seguir" e já está 😊.

@Mamã do @Bazar @#

2 comentários:

  1. Bem emails desses não recebo mas algumas das intenções para criar o blog partilhamos, aliás, só gosto de ler blogs assim, verdadeiros!!

    ResponderEliminar

"Sete anos do melhor de mim..."

#@ Sete anos; a minha princesa faz hoje sete anos 💖. Filha, apesar de hoje ser o dia do teu sétimo aniversário, já te amo há mais tempo que...