segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

"O que eu jurei nunca dizer, mas que digo (e muito!) desde que sou mãe..."

#@ A viagem pelo mundo da maternidade é um desafio. Não há dois dias iguais; fases iguais; birras iguais (normalmente pioram 😅!); crianças iguais; e, muito mesmo, fórmulas mágicas ideais :P. Cada criança é uma criança; e cada mãe e/ou pai é diferente. 

Sei que posso parecer repetitiva, (e até já escrevi várias vezes sobre o assunto aqui no blogue🤩), mas não podia deixar de partilhar estas"mordidelas de língua" que dei (e dou diariamente!) com o nascimento da Mariana. Escrevo-o, sobretudo, para que quem passa pelo mesmo não pense que está sozinho, e, ao mesmo tempo, em tom de desabafo...

Costumamos ouvir que "quando nasce um bebé, nasce uma mãe", e não o percebemos verdadeiramente, até ao momento em que nos acontece; que "somos nós"...
Aliás, antes de ser mãe, tinha tudo tão bem planeado, tão decidido, tão "arrumadinho" e simples, na minha cabeça, que acreditava (mesmo!) que comigo ia ser diferente... Já lá dizem as más línguas "sabe de nada, inocente!"; e, neste caso, foi mesmo isso 😛...

Portanto, já que estou em "tom de desabafo", resolvi partilhar convosco "dez pérolas" que prometi a mim mesma que não diria quando fosse mãe, mas que já as disse (algumas vezes!) à Mariana:

1 - "Eu não te disse?!?"
Que atire a primeira pedra a mãe (ou o pai!) que nunca disseram: "eu não te disse que isto ia acontecer", depois de acontecer exatamente o que tínhamos dito há cinco segundos atrás... Nunca gostei quando a minha mãe o dizia, mas agora sou eu quem o diz várias vezes...


2 - "Estou a avisar - vou contar até três!"
Ui, não gostava nada quando a minha mãe mo dizia, até porque me soava a ameaça.
Até que fui mãe. E digo-o. Com direito a mãos na cintura. E cara assustadora.
E a Mariana responde, como eu fazia: "mãe, não contes!"... O karma é tramado.


3 - "Ai não encontras? Se eu for aí e encontrar, vamos ter uma grande conversa!"
Pois, era das frases que mais ouvia. E é das frases que mais digo. E, é claro, que quando "lá chego", encontro sempre. Onde eu disse que estava. E a Mariana disse que não via...


4 - "Senão comeres tudo, o Pai Natal; o coelho da Páscoa; a fada dos dentes; as princesas frozen (e mais 1001 personagens!) vão ficar zangados!"
Yep, "culpada eu sou". A Mariana é um "pisco" para comer. E eu, às vezes, uso as personagens para que ela coma. Assim como a minha mãe usava o Vitinho, a Barbie, a Bia, o Tom Swayer e a Heidi, para que eu comesse, eu faço uso da Elsa, da Ana, da Patrulha Pata, da Vampirina e sei lá mais o quê, para que a Mariana coma...


5 - "Mas tu não és a Carla, és a Mariana. E eu sou tua mãe, não da Carla!"
Aposto que há mães e pais a reverem-se, não é? Quando os filhos nos dizem "tu não deixas, mas a mãe da Carla deixa", ui, por vezes, não estamos há espera e ficamos sem resposta. E lá "sai" o que a minha mãe dizia: "Eu não a mãe da Carla. Sou a mãe da Mariana!".


6 - "Quem manda são a mãe e o pai!"
Esta é um clássico. Quando começamos com a "ronda dos porquês" e um "porque sim" ou "porque não" não funcionam, e eu estou a ficar sem ideias, lá me faço valer de "quem manda é a mãe"...
Desculpa filha 😅!


7 - "Fala com o papá"
Sejamos sinceras, na maioria das vezes, são as mães quem decide e dizem "não!". Cá em casa, as decisões mais importantes, tomamos a dois, mas há decisões do dia a dia, que têm de ser tomadas de imediato, e que não posso esperar que o pai chegue (ou, até mesmo, o pai está a trabalhar).
Por isso, muitas vezes, faço o papel de "polícia má"...
Portanto, há alturas, em que quando digo não, e a Mariana não está a querer perceber que é não, digo para falar com o papá. Shame on me 😜...


8 - "Falamos quando chegarmos a casa!"
Ups! Quando era pequena e a minha mãe me dizia esta frase, ficava logo em modo alerta, pois já sabia que ao chegar a casa, ia ouvir "missa e sermão cantado", como diz o ditado.
Pois, não gostava, mas admito que já a disse à Mariana...


9 - "Senão arrumares os brinquedos todos depressa, eu vou deitar fora alguns!"
Esta é daquelas "ameaças" que menos gostava. Ficava chateada. Então eu a querer brincar mais um bocadinho, e a minha mãe a insistir para arrumar porque estava na hora de sair/comer/dormir/tomar banho?!? "Mas porque é que ela não espera?!?!" - pensava eu...
Até que fui mãe e quem não tem tempo para esperar sou eu 🤗...


10 - "Depois logo se vê!"
Epá, confesso que ficava mesmo chateada, quando pedia algo e me respondiam: "depois logo se vê Sónia, sim?"
Atualmente, dou por mim, a repetir muitas vezes esta "fatídica frase": "depois logo se vê Mariana, sim?". Mais uma vez, shame on me...


Pois, o karma é mesmo tramado... E eu, mordo a minha língua algumas dezenas de vezes... Por dia 😛!
Como é convosco: também há frases que juraram nunca dizer aos vossos filhos, mas que já tiveram de "morder a língua"? Confirmam o ditado de que "as mães são todas iguais, só muda a morada" 😃?
Estejam à vontade para contar as vossas experiências, e frases, e devaneios 🤗... 
Como sabem este espaço é nosso; e eu "sou toda ouvidos", como sempre.

Marcamos encontro no próximo post!

Nota: o Facebook mudou o algoritmo; vão ver mais posts dos vossos amigos e menos de páginas onde deixaram o vosso like. Querem saber quando há publicações nossas e estar sempre a par das novidades? Então na página de facebook do blogue, clicam onde diz “A Seguir” e selecionam "Ver Primeiro".
Sigam-nos ainda no Instagram aqui e no blogspot também conto convosco - vão à página inicial aqui do blogue; no canto superior direito clicam "seguir" e já está 😊.

@Mamã do @Bazar @#

2 comentários:

  1. Pois... É mesmo isto! 😜 Por mais que tente, lá acabo por dizer estas mesmas coisas! Ser mãe é muito mais difícil do que se pode imaginar antes de o sermos...

    ResponderEliminar

"Sete anos do melhor de mim..."

#@ Sete anos; a minha princesa faz hoje sete anos 💖. Filha, apesar de hoje ser o dia do teu sétimo aniversário, já te amo há mais tempo que...