sexta-feira, 27 de julho de 2018

"Tenho de confessar: não, não gosto nada dos meus pés..."

Antes do tratamento , os pés de meter medo ao susto...
#@ Quantas vezes já ouvimos esta frase? No meu grupo de amigas, colegas, e mesmo junto de elementos de família, é comum haver sempre alguém que se queixa de não gostar dos seus pés: ou porque são gordos, ou porque os dedos são demasiado abertos, ou porque as unhas são pequenas, ou porque o pé é achatado, e até mesmo porque as unhas encravam, que é o meu caso (infelizmente).
Mas, façamos um exercício: damos a devida importância aos nossos pés, que sustentam todo o peso do nosso corpo; e andam centenas (ou milhares) de passos por dia? 
Isto é, tratamo-los tão bem como as mãos, que merecem um cuidado quase diário (com cremes e idas à manicure, embelezamento com anéis e várias hidratantes)? Se forem como eu, a resposta vai ser NÃO. A verdade é que só me preocupo verdadeiramente com os meus pés quando chega o verão, o calor, o tempo de "andar de com o pézinho ao léu...". No resto do ano, "a história é outra"....
Também são assim?

Foi preciso "coragem", para vos mostrar os meus pés, pois tenho um complexo bem grande em relação a eles, para vos ser honesta. Mas vale a pena, para partilhar convosco uma experiência fantástica...
Sempre que pensava em "arranjar os pés", o meu cérebro associava-o a pintar as unhas e pouco mais; porque realmente era isso que acontecia quando me deslocava para os arranjar: pés um pouquinho em água, cortar peles e unhas, e pintura. Pronto, já estava. Ok, confesso que ficavam esteticamente mais bonitos, mas não saia de lá mais relaxada ou com os pés a sentirem-se os "reis do mundo". 

Um destes dias, através de um anúncio no facebook (é verdade, mais uma vez, o amigo facebook a "dar-me a conhecer" uma marca/serviço que desconhecia 😜!), descobri "Saúde dos Pés à Cabeça", num post que destacava um tratamento aos pés, e fiquei cheia de curiosidade de experimentar (como se costuma dizer "os olhos também comem" e as imagens eram super apelativas!). Liguei, marquei (tudo feito com muita rapidez e simpatia), e no dia combinado lá estava eu e os "meus pézinhos", ambos ansiosos e na expetativa.

Aviso-vos já que um tratamento aos pés, é completamente diferente de uma ida à esteticista. Antes de "viver a experiência", achava que não, mas não podia estar mais enganada.
Começamos com esfoliantes para tirar as peles mortas; seguiu-se o cortar de unhas (que deve ser sempre a direito); alisamento das unhas; retirada da pele em excesso; e depois a tão esperada massagem - uma delícia!
Como vos descrever um tratamento aos pés pelas mãos da Maria Manuel?!?... Hmmm, estão a ver quando comem um gelado delicioso (ou um waffle para quem prefere 😉!), com tudo a que têm direito, de quatro andares? A sensação é mais ou menos a mesma 😃!
Sem dúvida que a melhor parte foi mesmo a massagem aos pés. Nunca tinha feito nenhuma. Saí de lá completamente descontraída, relaxada e pronta para ir dormir, muito sinceramente.
Ao longo de uma hora aprendi os cuidados a ter com os pés, como devia cortar as minhas unhas (que têm tendência a encravar), e dicas super práticas, acessíveis e do tamanho da nossa carteira (algumas das quais podem ser feitas em casa).
Partilho convosco a minha dica favorita - esfoliante caseiro para os pés: juntar mel e açúcar mascavado num recipiente, mexer até fazer um género de papa, aplicar nos pés durante uns cinco minutos, depois passar por água morna e deixar o pé relaxar na água. Vão ver como a pele fica mais hidratada e macia. Em época de praia deve ser feito semanalmente, no resto do ano, pelo menos quinzenalmente. Acaba por ser algo simples, fácil, rápido e barato de se fazer, mesmo como nós mães gostamos 😁.
A Saúde dos Pés à Cabeça fica localizada no Atrium Saldanha, funciona todos os dias, das 10h às 22h, e além dos tratamentos aos pés e às mãos, podemos também comprar produtos e artigos como cremes, acessórios, meias, sapatos, chinelos, sempre acompanhados de aconselhamento adaptado às nossas necessidades/especificidades.
Os preços dos tratamentos variam entre os 12 e os 30 euros, e garanto-vos que não se trata de um luxo. Desengane-se quem o pensa. Para alguém que, como eu, tenha tendência a ter as unhas encravadas, trata-se de qualidade de vida 😊.
Podem marcar o vosso tratamento e saber mais aqui.

Já alguém experimentou um tratamento aos pés? Quem conhece a "Saúde da Cabeça aos Pés"? Mais alguém que não ache os seus pés um "exemplo de beleza"? Contem-me tudo; já sabem que "sou toda ouvidos".

Até ao próximo post!

Nota: o Facebook mudou o algoritmo; vão ver mais posts dos vossos amigos e menos de páginas onde deixaram o vosso like. Querem saber quando há publicações nossas e estar sempre a par das novidades? Então na página de facebook do blogue, clicam onde diz “A Seguir” e selecionam "Ver Primeiro".
Sigam-nos ainda no Instagram aqui e no blogspot também conto convosco - vão à página inicial aqui do blogue; no canto superior direito clicam "seguir" e já está 😊.

@Mamã do @Bazar @#

Sem comentários:

Publicar um comentário

"Sete anos do melhor de mim..."

#@ Sete anos; a minha princesa faz hoje sete anos 💖. Filha, apesar de hoje ser o dia do teu sétimo aniversário, já te amo há mais tempo que...