sábado, 24 de agosto de 2019

"É preciso coragem para voltar a lembrar-me de mim"

#@ Este texto não é uma queixa, um lamento, nem um fazer-me de "coitadinha". Também não é apenas um desabafo nem "deitar cá para fora o que vai cá dentro".
Este texto é um assumir de culpas; o escrever a tomada de consciência que tive pouco tempo antes de ir de férias; o confessar o momento em que disse a mim mesma BASTA!

Como sabem, e vou partilhando convosco (podem ver o post do facebook aqui), o MEU calcanhar de Aquiles chama-se peso. Desde sempre, nunca fui magra, e depois de ser mãe os quilos começaram a aparecer, e eu fingi não os ver...

Há cerca de um mês, ao passar pelo espelho, olhei atentamente para a minha figura; olhar “com olhos de ver”. E percebi que tenho “fugido às fotos”. Ok, tiro “as minhas selfies doidas”, e quem me acompanha no Facebook vai vendo estas “figurinhas”, mas fotos de corpo inteiro, têm sido cada vez mais raras... Isto levou-me a pensar no porquê... Acho que não gosto de me ver com uns quilinhos a mais, das olheiras profundas e da barriguinha flácida...

Sei bem que a aparência física não nos define; o que “vai lá dentro é que importa”, mas vivemos numa sociedade cruel que julga o exterior, o imediato, a “primeira vista”... Este “cenário” acaba por nos pressionar um pouco (grande!) a viver de acordo com o que é esperado.
Naturalmente, ter um corpo fit, não combina com excessos. Há dias em que somos capazes de tudo: comer de forma perfeita, ir ao ginásio, acordar mais cedo para correr, brincar com os pequenos e falar sempre no tom de voz certo. Mas há outros em que queremos chocolates e amendoins, só temos vontade de comer pão e salgados e enchidos, e não temos paciência suficiente para dar a atenção que os rebentos merecem...

Na verdade, e por muito que demorasse "a ver" e a admitir, não me sentia feliz comigo própria. Não gostava do que via. Não me revia na minha aparência. E, acreditem, que não é fácil admiti-lo a mim mesma, nem a vocês, que me seguem e acompanham. Mas, tenho de ser honesta. É assim que me sinto. 
Por isso, comprometi-me comigo mesma a mudar. E já dei o primeiro passo - comprar mais "mimos" para cuidar de pele e corpo; e o segundo passo - consulta de nutrição. A marcação está feita: na 2ª feira "lá vou eu". E decidida a não olhar para trás 💖.

Este blogue, que é um diário, arquiva as várias fases da minha vida. E esta fase, que espero ter coragem para viver e enfrentar de braços abertos, e para não desistir nem fugir, nos dias mais difíceis (sim, porque eles vão chegar!), vai ser registada e partilhada convosco. 
Espero que me acompanhem nesta caminhada (longa) que está apenas no ínicio, e me deêm coragem quando fraquejar.

Obrigada por estarem aí. E por serem "todos ouvidos".

Até à próxima partilha desta caminhada.

Nota: o Facebook mudou o algoritmo; vão ver mais posts dos vossos amigos e menos de páginas onde deixaram o vosso like. Querem saber quando há publicações nossas e estar sempre a par das novidades? Então na página de facebook do blogue, clicam onde diz “A Seguir” e selecionam "Ver Primeiro".
Sigam-nos ainda no Instagram aqui e no blogspot também conto convosco - vão à página inicial aqui do blogue; no canto superior direito clicam "seguir" e já está 😊.

@Mamã do @Bazar @#

3 comentários:

  1. Sónia eu passei e passo pelo mesmo. Quando engravidei já tinha 10kg a mais,na gravidez foram mais de 29kg que ganhei. Quando o meu filho tinha 7meses caiu-me a ficha, e do alto de uma "depressão pós-parto" ( digo entre aspas porque nunca foi diagnosticada por médicos, só o que as minhas amigas me fizeram ver) disse BASTA! Vou sair disto.
    Comecei a ir ao cabeleireiro com mais frequência, marquei uma consulta de nutrição.
    Os kgs da gravidez já foram todos e dos que tinha antes de engravidar já foram 2/3kg. Se já me sinto bem??? Ainda não mas sinto-me um pouco melhor comigo.
    Por isso tenha força de vontade. Lute por si

    ResponderEliminar
  2. Obrigada pela partilha e pela força 💖

    ResponderEliminar
  3. Boa noite Sónia! Como me revejo nesse reflexo de espelho de uma mãe que se deixa levar pelo esforço do dia a dia... também a dias me olhei ao espelho com olhos de ver e tentei encontrar algum vestigio do que ja fui. Preciso dessa dose de força e motivação, vou tentar inspirar me e a ver se consigo reinventar-me ;)

    ResponderEliminar

"Sete anos do melhor de mim..."

#@ Sete anos; a minha princesa faz hoje sete anos 💖. Filha, apesar de hoje ser o dia do teu sétimo aniversário, já te amo há mais tempo que...