segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

"O que eu nunca pensei que ia acontecer, aconteceu..."

#@... Na hora da refeição, o marido e a filha preferem legumes a hidratos. Yep, é verdade; e estou muito orgulhosa de todos nós 😊!

Como tenho partilhado convosco, iniciei o caminho pela perda de peso e reeducação alimentar em Setembro de 2019. Parti "nesta viagem" com muito medo, receio, anseio de fracasso; com pouco conhecimento e consciência do que estava a fazer mal; com algumas dúvidas e falsas certezas do que achava ser bom; e, com baixa auto-estima, com muita insegurança, com pouco amor pelo que via no espelho...

Na verdade, muito mais do que o peso que perdi, os centímetros a menos, e até o enorme benefício que a minha saúde teve com a alteração dos meus hábitos de vida, a maior e mais importante mudança que destaco é o meu interior: voltar a encontrar-me; gostar do que vejo no espelho; gostar de mim; ser mais confiante; ter mais auto estima; ser mais eu. 
É aqui que reside a maior mudança: no meu interior.

Por isso, não podia deixar de destacar a ajuda de toda a família, sobretudo da filhota e do marido. 
Quando nos propomos a mudar de hábitos alimentares e a optar por um estilo de vida mais saudável, é muito importante contar com o apoio e incentivo de quem nos está próximo, porque, sejamos honestos: não é fácil, sobretudo as primeiras semanas.
É certo que o maior esforço, foco e motivação têm de partir de nós, mas senão tivermos ao lado pessoas que nos motivem e nos incentivem naqueles dias "mais difíceis (sim, porque também os há, não estejamos com "paninhos quentes"!), tudo será mais complicado.
Assim, um bem haja aos meus dois amores; sem eles não teria sido possível ❤.

Portanto, é com enorme satisfação, que assisto a escolhas mais conscientes e saudáveis por parte de todos cá em casa. 
É muito bom ver que preferem salada a batatas fritas; frutos secos e aveia a bolachas de chocolate ou cereais cheios de açúcar; queijinhos light e fiambre de aves; carnes brancas; sopa e fruta. 
Os doces são cada vez menos consumidos cá em casa, assim como refrigerantes e açúcares.
"Mamã, prefiro comer aveia de manhã, e para o lanche prefiro leite branco em vez de leite com chocolate" - é mesmo bom ouvir isto; oh se é, especialmente porque é dela que parte a iniciativa.

Esta mudança influenciou toda a família. Estamos e somos todos ainda mais felizes.
Como é aí em casa: os baixinhos e baixinhas gostam de legumes e fruta, ou preferem os doces? Contem-me tudo; "sou toda ouvidos!".

Até ao próximo post!

Nota: o Facebook mudou o algoritmo; vão ver mais posts dos vossos amigos e menos de páginas onde deixaram o vosso like. Querem saber quando há publicações nossas e estar sempre a par das novidades? Então na página de facebook do blogue, clicam onde diz “A Seguir” e selecionam "Ver Primeiro".
Sigam-nos ainda no Instagram aqui e no blogspot também conto convosco - vão à página inicial aqui do blogue; no canto superior direito clicam "seguir" e já está 😊.

@Mamã do @Bazar @#

1 comentário:

  1. Olá, eu também iniciei esta caminhada da perda de peso em Abril de 2019, não foi nada fácil, porque como você diz e muito bem, o apoio dos mais próximos é muito importante e ainda bem que você teve. Eu infelizmente não, tive sempre que fazer esta caminhada sozinha e lutar sempre sozinha, o meu marido nunca me apoiou, comecei com 78,800 kg e neste momento tenho 62,500 kg. Comecei desde o inicio com consultas de nutrição e exercício físico,não foi nada fácil ao início, custou muito e ainda hoje custa mas contínuo a lutar sempre mesmo sem tendo o apoio e força do marido.

    ResponderEliminar

"Sete anos do melhor de mim..."

#@ Sete anos; a minha princesa faz hoje sete anos 💖. Filha, apesar de hoje ser o dia do teu sétimo aniversário, já te amo há mais tempo que...