quinta-feira, 12 de abril de 2018

"Desculpa filha por estar sempre com pressa"

#@ Pressa. Que palavra tão cinzenta e irritante (nada de acordo contigo minha filha, que és o arco-irís!), que "vive na boca de meio mundo" e é inimiga da calma e descontração... Vivemos numa era onde a palavra "pressa" é o "prato do dia", e ouvimos toneladas de pessoas a repeti-la: no café; no trabalho; nos transportes; na rua; quando falam ao telemóvel; no jardim; no supermercado; no médico;... Pressa, pressa e mais pressa... Gostava de ter menos pressa e mais tempo para o que é realmente importante. Não gostavamos todos 😣?

É um fato: quanto mais pressa temos, mais hipóteses há de as coisas correrem mal, sobretudo no que se refere aos nossos filhos: "depressa e bem não há quem", já lá diz o ditado; e quando estamos com pressa, normalmente ficamos mais stressados e impacientes, o que se reflete também, no comportamento deles.

Hoje eu estava com pressa. Acordei em cima da hora; vesti-me e arranjei-me a correr; preparei as coisas para levar "enquanto o diabo esfrega um olho" e fui levantar a Mariana já a bufar e sem tirar os olhos do relógio. E foi aqui que comecei logo a errar; e peço desculpa a ti, minha filha, por isso. 

Desculpa por falar contigo com "má disposição" quando não tenho paciência; desculpa por não dar-te toda a atenção que mereces quando mais precisas; desculpa por não estar a ouvir-te embora estejamos na mesma sala; desculpa pelas vezes em que não sou criança e me rio dos disparates que fazes só para me arrancar um sorriso; desculpa por deixar que a pressa tome conta de mim, quando, no fundo, és tu quem está a crescer mais depressa e eu às vezes esqueço essa pressa que "envolve" o teu crescimento.

Há alturas em que estou tão focada em mim, na minha própria pressa que me esqueço do papel que escolhi, e que é o mais importante e prioritário da minha vida: ser Mãe. E é triste. Triste ver os nossos próprios erros. Triste ver como as crianças sofrem por causa da vida "apressada" dos adultos. Triste ver que, por mais que nos esforcemos, eventualmente alguma outra "questão" vai afetar o relacionamento com os nossos filhos, que são (têm de ser!) a nossa prioridade!

Peço-te que me perdoes Mariana. E que me dês a oportunidade de caminhar ao teu lado, porque tens muito para me ensinar. Eu não sou uma mãe perfeita; sou uma mãe perfeitamente real, por isso desculpa filha, por todas as vezes em que falhei, e por todas as vezes em que irei falhar (sim, porque isso vai acontecer); por todas as alturas em que a pressa tomou conta de mim.
Prometo continuar a amar-te e a ser esta mãe (im)perfeita que te acompanha sempre. Prometo ser mais paciente e banir o "despacha-te" do meu vocabulário. 

Também vos acontece viverem cheios de pressa? Há alturas em que sentem que "andam a correr" de um lado para o outro e que acabam por "descarregar" nos pequenotes? Como lidam com a "pressa da vida"? Contem-me; "sou toda ouvidos" - e sem pressas.

Até ao próximo post!

Nota: o Facebook mudou o algoritmo; vão ver mais posts dos vossos amigos e menos de páginas onde deixaram o vosso like. Querem saber quando há publicações nossas e estar sempre a par das novidades? Então na página de facebook do blogue, clicam onde diz “A Seguir” e selecionam "Ver Primeiro".
Sigam-nos também no Instagram aqui.

@Mamã do @Bazar @#

Sem comentários:

Publicar um comentário

"Sete anos do melhor de mim..."

#@ Sete anos; a minha princesa faz hoje sete anos 💖. Filha, apesar de hoje ser o dia do teu sétimo aniversário, já te amo há mais tempo que...