quarta-feira, 2 de agosto de 2017

"Cá em casa não há tutus. Só karaté mesmo"

#@ Tenho de admitir. A miúda "leva jeito" para o Karaté. Parece que tem uma aptidão natural e vê-se que é feliz nas aulas. Mas ao início não foi "fácil de engolir".
Quando soube que estava grávida de uma menina, "pintei logo o cenário" de completo mundo cor-de-rosa de princesa. Assim, daqueles mesmo pirosos ao extremo (as mães de meninas que me estão a ler sabem bem do que falo!) com laços, fitinhas, vestidos, fofos e folhos, muitos folhos 😍. Mas não... Só para me contrariar tinha de "sair uma pirralha" que não é nada dada a estas coisas. A minha filha não é uma menina de tutus, pronto, tenho de aceitar e seguir em frente. Sim usa laços, ganchos e até fios e pulseiras, mas no que toca a vestidos e fofos e "pirosices" é do género: "esquece mãe que isso não é para mim. Passa a outro assunto se faz favor".

Consideramos importante que a Mariana faça um desporto, pois estamos cientes da influência positiva que o desporto tem para o corpo e a mente. Ora, como o jardim de infância que ela frequenta tem vários à escolha, decidimos que deveria fazer um. Não é de admirar, portanto, que quando chegou a hora de escolher a atividade que queria fazer (e depois de eu já ter andado a "namorar" as roupas de ballet e a imaginar uma carreira de sucesso nas grandes salas de espetáculo internacionais) do alto dos seus dois anos e meio, ela me tenha dito: "mamã, eu quero fazer karaté". What?!? Será que ouvi bem 😖? Repeti a pergunta duas vezes, mas a resposta foi a mesma: karaté, karaté. Pronto, foi o destruir de um sonho da mãe e a alegria do pai, que ainda estava mais entusiasmado que ela. Homens...

Mas a verdade é que, depois de assistir à aula, e de ver como vem alegre e bem disposta nos dias que faz karaté, tive de me render às evidências: a miúda gosta e tem mesmo jeito. Além do que é um desporto ótimo para "treinar" a concentração e o respeito pelos pares. (Sim, mas não deixa de ser teimosa na mesma, querias!)
Ok, quando me perguntam se ela faz algum desporto e digo "sim, karaté", a maioria das mães de meninas olha-me como se tivesse dito uma asneira. Mas querem saber? Não ligo nenhuma. Repito: "a minha filha não é menina de tutus". Ponto.

Mas é uma ternura, não acham? Há mais pais e mães por aí com meninas "karatecas" ? Digam oi, pois sou "toda ouvidos".



Bons sonhos 

@Mamã do @Bazar#@

Sigam-me no facebook através do Blogue da Mamã do Bazar:

2 comentários:

  1. A minha princesa já c 8 anos também nunca quis ballet. Diz que é chato. 😉 Com tanta energia eu soube logo que não ia achar piada. Escolheu a dança porque ama mas um estilo mais mexido e la anda ela no hip hop ja vai para o 2o ano.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela partilha. É bom saber que não sou caso único E ainda bem que assim é pois o mundo é muito mais rico desta forma. Beijinhos e continue a acompanhar o blogue. Seja bem vinda :)

      Eliminar

"Sete anos do melhor de mim..."

#@ Sete anos; a minha princesa faz hoje sete anos 💖. Filha, apesar de hoje ser o dia do teu sétimo aniversário, já te amo há mais tempo que...