terça-feira, 9 de outubro de 2018

"És egoísta por quereres outro filho"

#@ Não, não estou a brincar nem a inventar. Ouvi mesmo esta frase, vinda da boca de uma conhecida, que até acredito não me querer mal; que até acredito o tenha dito sem intenção de me magoar; que até acredito não tenha pensado mais no que disse, depois de mo ter dito...

Mas,... Pensei eu. Ficou a ecoar no fundo dos ouvidos; da minha mente; do meu coração, como se estivesse a "corroer-me". Fez-me repensar o meu desejo de ser mãe, de dar um irmão à Mariana, de aumentar a família. Fez-me ter medo; voltar a pensar que não sou capaz; que não vamos conseguir ter tempo para mais um filho; que os nossos horários não permitem estarmos muito a três, quanto mais a quatro; que engravidar de novo talvez não seja boa ideia;...

Eu explico o contexto. Estávamos a falar, descontraidamente. Falávamos de tudo e nada. Ríamos. E, do nada, começamos a falar de filhos, gravidez, e da falta de tempo para aproveitar verdadeiramente o crescimento dos nossos pequenos. Confidenciei que, mesmo sabendo que os horários do meu marido são trocados aos meus, gostava de ter outro filho. Não sei muito bem quando, mas que gostava. Inclusivé brinquei e disse: "até podem ter oito anos de diferença, mas gostava de dar um irmão (ou irmã) à Mariana. Acredito que é a melhor herança que lhe posso deixar".
A resposta foi imediata. "Estás a gozar, certo? Então se tu mal tens tempo para estar com a Mariana; se vocês passam tanto tempo a duas; se não tens pais ou sogros perto; e com os horários malucos do Flávio, como é que podes pensar numa coisa dessas? Sinceramente, acho que estás a ser egoísta ao pensar assim. Pensa bem antes que te arrependas."

Verdade. Ouvi isto assim. "Curto e grosso", como diz a gíria do nosso povo. E fiquei sem reação. Apenas sorri, e balbuciei: "sou filha única e não gosto. Não gostava que a Mariana o fosse também". E a conversa seguiu outro rumo. Menos para mim, que fiquei com esta frase a "latejar" na cabeça; no coração. Que me fez pensar 1001 vezes se ela não terá razão; 1002 vezes se não estou errada; 1003 vezes se é realmente egoísmo da minha parte; e 1004 medos nasceram de novo, e vieram abalar a certeza que eu pensava ter de querer mais um filho.

Desculpem o desabafo. É algo muito pessoal, mas tive de "deitar cá para fora". E a melhor forma de o fazer é escrevendo. Só assim me alivia; me dói menos; e penso menos nisto.

Aos pais que me estão a ler, e que trabalham por turnos, ou cujos companheiros trabalham por turnos, e cuja família não vive "ao virar da esquina", digam-me, muito sinceramente: é possível termos mais do que filho, não é? É preciso muito esforço, dedicação, compreensão e sacrifício, mas não é impossível, pois não? A recompensa que é um segundo filho, faz tudo valer a pena, não vale? Não estou a ser egoísta por acreditar, pois não? Por favor sintam-se à vontade para partilhar as vossas experiências. Além de serem bem vindas, como sempre, hoje preciso mesmo delas. "Sou toda ouvidos".

"Vejo-vos no próximo post!" 

Nota: o Facebook mudou o algoritmo; vão ver mais posts dos vossos amigos e menos de páginas onde deixaram o vosso like. Querem saber quando há publicações nossas e estar sempre a par das novidades? Então na página de facebook do blogue, clicam onde diz “A Seguir” e selecionam "Ver Primeiro".
Sigam-nos ainda no Instagram aqui e no blogspot também conto convosco - vão à página inicial aqui do blogue; no canto superior direito clicam "seguir" e já está 😊.

Mamã do @Bazar @#

20 comentários:

  1. Não é uma situação fácil por aqui vivemos o mesmo. Somos os dois gerir os horários para poder tomar conta do pequeno, pois não há nem pais nem sogros por perto. Sendo eu também filha única, não quero que o meu filho também o seja. Como quero muito ter 2filhos e adoro ver a "pouca" diferença de idade, estou grávida novamente e sei que tudo vai correr bem, com trabalho a dobrar, mas todos estarão felizes. Superamos os receios que possam surgir 😉

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela partilha e pelo testemunho ❤
      Parabéns pela gravidez

      Eliminar
  2. Ja pensou que egoísta tambem seria se quisesse que a sua filha nao tivesse um irmão. É um pau de dois bicos. Mas uma decisão que só cabe a si e ao seu marido.ha coisas que têm que entrar a 100 e sair a 200. �� Eu tenho um irmão e temos 6 anos de diferença, se nos demos bem em crianças? Não eu fui ciumenta, muito ciumenta sem rasão claro, mas é o melhor que tenho é um orgulho enorme que tenho por ele, e sei que um dia só nos vamos ter um ao outro. Ser filha unica deve ser muito bom, mas nao ha nada como ter um irmão para chetear, bater, brincar, uma pessoa com quem podemos sempre contar "no matter what". Eu quero muito dar um mano/a ao meu filho so no caso de haver alguma impossibilidade fisica nao o farei, até adorava ter gémeos, financeiramente é muito dificil, mas tudo se cria. E o amor que sentimos por um multiplica-se para quantos mais vierem. ����
    Peço desculpa pelo meu texto e pela intromissao. mas ao ler o seu texto houve mil coisas que me vieram à cabeça, tantas coisas que ouvi dizer, não a mim mas a pessoas proximas e de ver as amigas a conseguir ter dois ou mais filhos, tive de mr exprimir. Ha coisas que nao se dizem. �� Beijinhos e muita força

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo testemunho ❤
      Nunca peça desculpa pelos textos que deixar aqui. É essa mesmo a essência no blogue: A vossa participação ❤

      Eliminar
  3. Eu também penso igual, um irmão é a melhor herança que podemos dar.

    Não me parece egoísmo, parece-me até descriminação achar que pais que trabalham por turnos não podem ter famílias!!

    ResponderEliminar
  4. Olá,eu tenho 2 filhos e eles têm diferença de dois anos. Tenho a família toda perto, mas por vezes o perto é muito longe. O meu marido trabalha por turnos, aliás trabalha à noite e eu durante o dia, foi a maneira que arranjamos para conciliar com os horários das creches/escolas porque por vezes nós pais só podemos contar com nós próprios. Confesso que é difícil mas tudo se consegue e como já não somos mães de 1a viagem já temos outro traquejo. O sorriso, o cheiro e o abraço deles compensa tudo :) e a interação entre os dois é maravilhosa!
    Não se admire porque não é a única a ouvir comentários menos bons. Os meus filhos foram planeados bem planeados mas por vezes ouvi comentários do género "Coitada com 2 crianças" desculpem mas não é coitada, é parabéns ou que bom mais um bebé!
    Ainda penso em ter um terceiro mas quando falo disto ouço respostas tipo "estás maluca?!" Realmente há mesmo coisas que não se dizem!

    ResponderEliminar
  5. N pode ouvir essas pessoas, por mt próximas q sejam eu tb ouvia e aprendi a desligar. Nós aqui em casa estamos a caminho do 3 e o meu marido trabalha por turnos, nem sempre é fácil, é verdade, mas há momentos complicados com 1, 2 ou 3 filhos. Nós aqui em casa optamos por em vez de quantidade temos qualidade. Temos momentos para os 4 e mesmo assim tiramos momentos para os 2, obviamente q qnd há um bebé torna-se mais complicado, mas se tiver um marido compreensivo como o meu, vai respeitar q qnd o bebé é mt pequeno precisa de mta mais atenção até qnd deveria de ser um momento a 2. Mas acredite q qnd engravidei do meu 2 filho, até para mim foi um choque pq o mais velho ainda nem 1 ano tinha e eu estava a tomar a pílula chegaram a sugerir q eu abortasse, só pq era mt cedo. Acredite foi cedo, eu n me sentia preparada, mas consegui, hj o T tem 7, o M vai fazer 6 dia 26 e o S vai nascer a dia 22 e se eu tivesse seguido os supostos "conselhos" q me deram, iria olhar para trás e ficaria sempre a pensar se teria feito o correto. Hj olho e sei q ao seguir o meu coração foi o correto, tenho 2 meninos lindos q me enchem o coração e um 3 menino a caminho q ainda n está cá fora mas já é o mimo cá de casa. E obviamente um marido espetacular q sempre apoiou todas as decisões q tomei mesmo qnd ele por vezes ficava de coração nas mãos (3 gravidezes de alto risco) e q usa o pc tempo em comum q temos para criar tempo de qualidade. Às vezes é simplesmente um dia de filmes em família a fazer um pic-nic na sala. N pense no q lhe dizem, pense no q sente qnd olha para a sua menina. Agora pense qnd for mais 1 ou 2 ou os q quiser, o nosso coração transborda de amor.

    ResponderEliminar
  6. Olá, eu tenho 2 filhos com quase 13 anos de diferença. O mais velho tem 13, o pequeno 8 meses. No fundo sou mãe solteira, e ponderei muito se seguia a avante com esta segunda gravidez, por diversos motivos. Mas a alegria dos meus filhos quando estão juntos faz-me esquecer todas as dúvidas e receios. Não consigo explicar, eu amo muito a minha irmã (mais velha que eu 7 anos) , e saber que proporcionei a possibilidade desse sentimento aos meus filhotes deixa-me de coração cheio . Siga o seu coração, ninguém vai criar os seus filhos por si por isso para o "diacho" com esse tipo de opiniões. Cada qual sabe da sua vida! Seja feliz!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá
      Parabéns pela sua coragem e Obrigada por ter partilhado connosco ❤

      Eliminar
  7. Olá, eu sou mãe de 5 filhos e quero lhe dar-lhe o meu testemunho que eles valem muito mais do que todos esse comentários fúteis e desoladores. Ouvi tantos iguais e outros muito piores...cada vez que ficava grávida mais uma vez, era o que mais me entristecia, porque de facto eu tinha uma facilidade fantástica de engravidar ... eu optava por encarar mais uma gravidez como um dom, adoro os meus filhos todos por igual,com todo o carinho e o mesmo amor por todos. Que foi fácil!!!... não, não foi. Hoje são crescidos, mas sempre trabalhei, o meu marido também tem o emprego sai de manhã e vem à noite, tenho um estabelecimento comercial, nunca soube o que era ter licença de maternidade. Sempre dei tudo de mim por eles, mesmo tantas vezes não sendo fácil, porque a própria vida para muita gente não é fácil até para casais sem filhos, sendo esses sacrifícios em prol dos nosso filhos é altamente compensador.
    A minha filha mais velha hoje tem 22 anos e está a fazer mestrado em economia no ISEG em Lisboa, a segunda tem 20 anos e está na Universidade do Algarve em Gestão, o terceiro é um rapaz tem 19 anos e está na Universidade de Coimbra no curso de Engenharia electrotécnica, a quarta tem 17 anos, está numa profissional em gestão no 12ºano e por último o quinto tem 15 anos e está a frequentar o 10ºano, foi o aluno com a melhor nota a matemática no exame nacional naquela escola ( acima de 19 valores). Todos têm sido ótimos alunos, por isso que mais podemos querer?
    Quando eles eram pequeninos só saíamos todos juntos ao Domingo à tarde, o único tempo disponível mas usavamos esse tempo para sair com eles ( nós os sete), eles já sabiam o nosso lema " ou vamos todos ou não vai nenhum", e foi uma fase difícil mas tão bonita ao ponto de até já ter saudades. Não deixando de apreciar esta fase agora que também é tão gira... as conversas deles uns com os outros, (eles são muito unidos como irmãos e adoram ter bons amigos), esta nova geração é fantástica, nós mais velhos aprendemos tanto com eles...
    Como os tempos mudam eu lembro-me quando era pequena achava que os mais velhos eram sábios, que eles é que nos ensinavam e sabiam quase tudo, hoje tenho a sensação de ser completamente ao contrário, são eles que nos ensinam tanto...
    Dentro das dificuldades é tão bom sermos pais de cinco filhos, damos-lhes tudo de nós mas eles também nos dão tanto... é altamente compensador sermos pais, por isso Mamã do Bazar, ainda SÓ vai para o segundo!!!...
    Já agora

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adorei o seu testemunho inspirador ❤
      Fiquei de coração cheio
      Muito obrigada pela partilha e parabéns pela família maravilhosa que construíram

      Eliminar
  8. Se prestassemos atenção a esse tipo de comentarios eramos todos filhos unicos. Tenho um menino (4a) mas ja estive gravida três vezes. Ja ouvi de tudo. Ja chorei, ja questionei, ja pus as nossas convicçoes em causa. Aprendemos a filtrar o que ouvimos. Ambos temos irmaos e acredito que e o melhor presente que se pode dar a um filho. O meu pede.me um mano ou dois quase todos os dias :) Ha dias fomos comprar roupa para ele. Enquanto eu via roupa para o seu tamanho, ele foi ao expositor da roupa de bebe e trouxe.me uma camisola: — mãe, quando eu tiver um irmao, podemos comprar isto para ele. É gira, nao e?
    Mal sabe ele que tem dois manos que infelizmente nao pudemos conhecer. Apesar de tudo, ainda nao desistimos e sim tambem ha horarios trocados e tb ha dias dificeis. E uma questao muito pessoal e se não nos pedem opiniao, nao damos. Bj, guida

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Guida ❤
      Obrigada pela partilha ❤.
      Força e que seja sempre assim.

      Eliminar
  9. Comentários infelizes é a minha opinião, sou a mais velha de 3 com diferenças de 4 anos, nasci, cresci numa pequena aldeia, com família por perto mas as circunstâncias levaram a minga na e a deixar o trabalho para cuidar de mim, nada fou fácil, mas um filho só nunca foi opção. Assim como eu formeia minha família no mesmo pequeno lugar, ajudas tive e mts mas mesmo que não tivesse tido tb não foi nunca a nossa udeia, 2 filhas com 28 meses de diferença por opção, sem achri mts anos de diferença dos meus irmãos, e seja como for a ajyda o trabalho e mt dentro das família/ casal. Os anos passaram os trabalhos mudaram, o meu marido trabalha à 15anos como motorista de pesados entre Portugal, Espanha e França sempre 15dias fora de seguida depois está em casa 5/6 dias, mas os fds, um por mes ou menos, isto tudo para duzer que 13 anos depois decidimos twr um 3° filho, um tesouro reguila que nos enche a casa e agora que as urmas estão a estudar fora me faz mt companhia. Tenho "segurado as pontas" todos estes anos tenho sido pai e mãe mt tempo. Mas nada me faria sequer pensar em voltar atrás e fazer tudo de novo��
    Sigam o vosso coração e ideias. Ninguém e dono da opinião do outro. Desculpe debitar para aqui este testamento, mas as realidades não são todas iguais assim como as mentalidades. Sejam mt felizes e como dizia a minha avó ( que teve 8) onde comem 3 comem 4, e esses sim eram tempos mesmo difíceis.��

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá ema
      Obrigada pela partilha e pelo testemunho. Parabéns pela vossa decisão ❤
      Beijinhos e sinta-se à vontade para partilhar a sua opinião sempre. Este "cantinho" é nosso 😊

      Eliminar
  10. Bom dia.
    Gostaria de partilhar algo que encontrei em tempos sobre o ter mais filhos :)

    https://www.crescercontigo.pt/tenham-filhos-testemunho-tornou-viral-poucos-minutos/

    ResponderEliminar

"Sete anos do melhor de mim..."

#@ Sete anos; a minha princesa faz hoje sete anos 💖. Filha, apesar de hoje ser o dia do teu sétimo aniversário, já te amo há mais tempo que...