quinta-feira, 11 de outubro de 2018

"Vou-me embora. Preciso de um tempo!"

#@ Não, não estou a brincar. Ouvi mesmo isto. E, sinceramente, "doeu"... Nop, não estava nada à espera...
Mas... Calma. Não foi o "senhor cá de casa" quem a disse; não, não estamos em crise conjugal (continuamos loucos uns pelos outros!) - lamento se o tíulo induz em erro :P. Quem pronunciou esta fantástica frase foi a princesa cá de casa. Assim, do nada, de braços postos na cintura e com uma "rebiteza" que me deixou de "boca aberta" e sem resposta imediata.

Como sabem, estes dias temos estado por casa, à conta da "virose chata" que anda a pairar ao redor de miúdos e graúdos. Estamos em modo "quarentena" desde sábado passado, e sem ordem de soltura. Entre trocas do pai, faltas da mãe, diretas e correrias, cá nos temos "aguentado". Felizmente, a Mariana está a ficar verdadeiramente melhor, finalmente, por isso espero que consigamos descansar todos um bocadinho, pois têm sido dias (e noites!) de loucos.

Enfim, mas voltando à "frase supresa" da minha filha... O pior de estar doente, tem sido mesmo o estar fechada em casa. Ela perde a paciência, eu fico sem ideias de brincadeiras, o pai só lhe faltava fazer o pino, e a casa fica de pernas para o ar. Ora, ontem, com a sala que parecia uma autêntica selva, chamei a atenção à Mariana para começar a arrumar os brinquedos, pois era hora de dormir. Tive de repetir três vezes, até que ela lá se levantou. Depois de arrumar dois ou três coisas, de um conjunto de 100 desarrumadas (no mínimo!), diz-me: "mamã não gosto de arrumar brinquedos... Vou-me embora. Preciso de um tempo só para mim!".
What?!? Esta miúda "mata-me". Mordi a língua, o lábio e sei lá mais o quê, para não desatar a rir. Sei que não é suposto, mas às vezes os nossos baixinhos têm umas "saídas" tão espontâneas, que é difícil não dar umas valentes gargalhadas. 
Ela deve ter percebido que nao "teve graça", porque continuou a arrumar a sala toda, sozinha, e não disse mais nada durante uns quinze minutos...

Está "bonito isto"... Parece que ainda onteontem estava na barriga; que ontem nasceu, e hoje já espalha "tesourinhos destes"... Os vossos baixinhos e baixinhas também vos dizem coisas que vos deixam de "queixo caído"? Mordem os lábios para se conterem e não soltarem umas valentes gargalhadas? Sintam-se à vontade para contar os "episódios hilariantes"; além de ser "toda ouvidos", estamos ansiosos por saber 😁.

Até ao próximo post!

Nota: o Facebook mudou o algoritmo; vão ver mais posts dos vossos amigos e menos de páginas onde deixaram o vosso like. Querem saber quando há publicações nossas e estar sempre a par das novidades? Então na página de facebook do blogue, clicam onde diz “A Seguir” e selecionam "Ver Primeiro".
Sigam-nos ainda no Instagram aqui e no blogspot também conto convosco - vão à página inicial aqui do blogue; no canto superior direito clicam "seguir" e já está 😊.

Mamã do @Bazar @#

4 comentários:

  1. Olá, realmente essa foi demais. A uns meses atrás estavamos a ver um programa de makeover na TV e a minha princesa de 5 anos olhou para mim e perguntou-me:"mãe existem muitas pessoas gordas na terra?" Eu respondi-lhe:"Sim, filha. Claro que sim.Há muitas pessoas gordas na terra".Ao que ela olhou para mim muito séria e disse-me:"Hahaha, pensava que eras só tu..." Sinceramente, não sabia se ria, se chorava.
    Muitos beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eles são demais mesmo. Acho que podíamos escrever um livro com os "Tesourinhos" dos nossos filhos.
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Ainda esta manhã... Com chuva, trânsito louco, e uma menina de 6 anos a recusar sair da cama, o caus instalou-se! Já paradas no trânsito, depois de se acalmar, diz: se tivessem comprado casa em T (localização da escola), ia a pé para a escola e não era preciso pores-me em stress todos os dias! 😂

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. 🤣🤣🤣😂🤣😂
      O máximo. Adorei. Deixam-nos completamente sem resposta 😂

      Eliminar

"Sete anos do melhor de mim..."

#@ Sete anos; a minha princesa faz hoje sete anos 💖. Filha, apesar de hoje ser o dia do teu sétimo aniversário, já te amo há mais tempo que...