sexta-feira, 14 de junho de 2019

"Não digas o que pensas... Vai dar confusão!"

#@ Não sou uma pessoa "dada" a grandes polémicas ou confusões; confesso até que evito "confrontos" e dou por mim a morder imensas vezes a língua 😅 (algo que foi mudando desde que fui mãe; admito que antes "fervia em pouca água" e tinha menos "tento na língua", digamos assim).

Sim, efetivamente "obrigo-me" sempre ver o lado positivo das coisas; e a dar o benefício da dúvida às pessoas,  tentando acreditar que há coisas que acontecem sem segundas intenções e/ou maldade, mas, "esta situação" altera-se quando estamos a falar da minha filha; aí "deito" as garras de fora e"viro leoa"...

Por isso, me faz tanta "comichão" quando se passa algo que implica uma "chamada de atenção", uma conversa "menos amigável" ou até mesmo uma reclamação, (em relação a algo que correu menos bem, ou que "afetou diretamente" a Mariana) e oiço o seguinte conselho: "hmmm, não digas nada; vai dar confusão!" ou "vale mais ficares calada porque não vai adiantar de nada"; ou, até: "vê lá se te prejudicas a ti ou à Mariana", entre outras...

Pessoas, oiçam (leiam!) bem: quando há algo que não está bem, que não correu bem, que pode implicar até mesmo perigo para nós ou os outros, temos de "falar" e resolver. Não podemos ter "medo" de fazer/dizer o correto; não podemos calar ou "fechar os olhos" a estas situações; não podemos fingir que não se passa nada - isso é ser "conformista" e, de certa forma, compatuar com os erros - o que, infelizmente, acontece imenso no nosso país.

Por isso, por favor não me digam para calar o que penso; para silenciar a minha voz e não fazer o que está certo, só porque vai "dar muito trabalho" ou confusão (e por confusão entenda-se "deixar" alguém chateado que poderá não gostar de ouvir "a verdade"...). Não, não mo digam... Porque não está certo que o façam...
É que as minhas (nossas) ações podem influenciar o modo como as coisas serão feitas daí para a frente; ajudar a corrigir situações menos boas; evitar acidentes e repetição de comportamentos; mudar o que não está bem, entendem?

Então, por favor, não se calem; não "fechem" os olhos; não tenham receio de fazer o que deve ser feito, mesmo quando o caminho mais fácil é ignorar... 
Não silenciem a vossa voz; falem. Sem medos. Acreditem que os nossos filhos agradecem.
Quem mais costuma ouvir "por favor não fales, vai dar confusão!", quando passa por alguma situação "menos fácil"? Como reagem: falem ou calam-se "para não dar confusão"?
Sejam sinceros/as. Sou toda ouvidos 😊.

Até ao próximo post!

Nota: o Facebook mudou o algoritmo; vão ver mais posts dos vossos amigos e menos de páginas onde deixaram o vosso like. Querem saber quando há publicações nossas e estar sempre a par das novidades? Então na página de facebook do blogue, clicam onde diz “A Seguir” e selecionam "Ver Primeiro".
Sigam-nos ainda no Instagram aqui e no blogspot também conto convosco - vão à página inicial aqui do blogue; no canto superior direito clicam "seguir" e já está 😊.

@Mamã do @Bazar @#

Sem comentários:

Publicar um comentário

"Sete anos do melhor de mim..."

#@ Sete anos; a minha princesa faz hoje sete anos 💖. Filha, apesar de hoje ser o dia do teu sétimo aniversário, já te amo há mais tempo que...