segunda-feira, 10 de junho de 2019

"Testemunhos de Mães Reais: "Há quem diga que o Gui é um milagre. Eu digo que é fruto de muito amor, dedicação e resiliência"

#@ São muitos os contatos que recebo através da página de facebook do blogue com testemunhos; desabafos; palavras de incentivo e de carinho; e partilha de experiências de quem nos segue. Algumas destas partilhas são verdadeiras histórias inspiradoras; testemunhos reais, que nos dão a conhecer a verdade nua e crua da vida de uma mãe, sem "pós de fada" ou arco-íris cor-de-rosa.

Tenho aprendido muito com estas histórias; motivam-me, incentivam-me verdadeiramente a ter vontade de ser mais e melhor. Por isso, decidi partilhá-las convosco, com a autorização de quem mas envia, para que saibam que não estão sozinhas, e para que tenham um pouco mais de inspiração nas vossas vidas (que às vezes faz tanta falta!)...

Assim nasceu este espaço: Testemunhos de Mães Reais, da autoria de Mães Reais, para Mães Reais. Perfeitamente Imperfeitas. Guerreiras. Cheias de amor para dar. E o vosso feedback tem sido tão bom 💜.

Hoje partilho convosco mais uma história; a história da mãe Soraia e do seu princípe Guilherme. Uma história de coragem; uma história de amor; uma história de amor sem limites. A história de uma mãe como nós <3.
Convido-vos a ler, e a deixarem-se inspirar.

"O meu Guilherme foi um menino apressado; sem que nada o fizesse prever veio ao mundo às 36 semanas e 5 dias. A equipa presente no parto também foi apressada, e por isso, apesar de nada estar errado, e contra a minha explícita vontade, usaram ventosas para o ajudar a nascer. No dia 15 de Junho de 2017 às 7:36h o meu príncipe Gui veio ao mundo.

Chorou o dia inteiro, e eu não o conseguia acalmar de nenhuma forma. Os enfermeiros diziam-me que esse choro se devia a dores de cabeça provocadas pelo uso da ventosa.
Nessa madrugada, eu exausta e cheia de dores por conta da bárbara episiotomia lateral a que fui submetida, desesperava por já não saber como o acalmar. Um enfermeiro decidiu levá-lo para a enfermaria por uma hora, para que eu pudesse descansar.
Não tinha passado nem meia hora, e o enfermeiro entrou novamente no meu quarto, acompanhado de uma equipa de médicos, para me informar que tinham levado o meu bebé para os cuidados intensivos neonatais.
Segundo eles, o meu menino tinha parado de respirar por alguns segundos, e por isso tinha sido levado para observação. 

Depois de 8 dias de internamento, chegou o diagnóstico, demasiado tardio, infelizmente: acidente vascular cerebral isquémico perinatal. O meu mundo desabou e nunca mais foi o mesmo desde então. 

Depois de mais 15 longos dias de internamento o meu bebé teve alta do hospital, mas a previsão do seu futuro era tudo menos animadora: cerca de um terço do seu cérebro "morreu" e o tecido sofreu necrose.

Após a alta começou a nossa luta: iniciou a fisioterapia com 20 dias de vida, por nossa conta. Porque infelizmente no hospital só foi chamado perto dos 4 meses, uma resposta tardia, tendo em conta que a intervenção precoce é a melhor chance que qualquer doente de AVC tem.

Hoje em dia, perto de completar os dois anos de idade, o meu Gui é uma força da natureza. Está a ter uma recuperação incrível, há até quem fale em milagre. Eu diria que é fruto de muito amor, dedicação e da sua resiliência. 
Deixei de trabalhar para poder cuidar dele, os tratamentos e consultas são mais que muitos, assim como as despesas. Por isso, agora que tudo está um pouco mais estável, comecei a fazer biscoitos, para desta forma conseguir uma ajuda para suportar as despesas das terapias.
Convido-vos a visitarem a página "Recheio de Ternura" aqui e descobrirem um mundo muito docinho."

Testemunho da Mãe Soraia 💖.

Caso queiram partilhar o vosso testemunho, sintam-se à vontade para me contatar via e-mail: bloguedamamdobazar@gmail.com ou através de mensagem privada na página de facebook do blogue. Se optarem por manter o anonimato, o mesmo será respeitado. 

Lembrem-se sempre: "não tenham medo de partilhar a vossa história, pois não sabem quem poderão estar a ajudar/inspirar" ❤.

Até ao próximo Testemunho.

Nota: o Facebook mudou o algoritmo; vão ver mais posts dos vossos amigos e menos de páginas onde deixaram o vosso like. Querem saber quando há publicações nossas e estar sempre a par das novidades? Então na página de facebook do blogue, clicam onde diz “A Seguir” e selecionam "Ver Primeiro".
Sigam-nos ainda no Instagram aqui e no blogspot também conto convosco - vão à página inicial aqui do blogue; no canto superior direito clicam "seguir" e já está 😊.

@Mamã do @Bazar @#

2 comentários:

"Sete anos do melhor de mim..."

#@ Sete anos; a minha princesa faz hoje sete anos 💖. Filha, apesar de hoje ser o dia do teu sétimo aniversário, já te amo há mais tempo que...