terça-feira, 7 de maio de 2019

"Lamento, mas pus um ponto final..."

#@... na minha mania das arrumações. E não foi fácil, confesso. Portanto, para mim, esta é uma grande vitória e não podia deixar de vos contar ☺.

Não sei se há alguém no mundo como eu, mas sou "daquele tipo de pessoa" que não saía de casa sem "alinhar" as almofadas do sofá, sem passar a swifer no chão, sem arrumar os "tarecos todos" e sem deixar a roupa estendida ou passada...  Yep, é verdade. Nem que para isso tivesse de me levantar mais cedo de propósito (às vezes uma hora, tal era a minha "tara" com as limpezas e as arrumações)... 

Até que fui mãe... 
E comecei a perceber que não conseguia chegar a todo o lado, e que, mesmo que quisesse ter sempre tudo organizado, arrumado e "controlado", não me era humanamente possível; ainda para mais estamos longe da família, e o "senhor cá de casa" trabalha por turnos, portanto, zero ajudas na maior parte do tempo...
Infelizmente, demorei foi algum tempo a "chegar lá", e perceber que a "Miss Organizadinha" (como o marido me chamava na brincadeira (ou não 😅!) tinha de deixar de o ser.

Inicialmente, ainda tentei e ia conseguindo (à custa de menos horas de sono, de menos descanso e de mais esforço físico e psicológico) pois estive de licença de maternidade, mas com o regresso ao trabalho e o um ano da Mariana, acabei por me "mentalizar" que tinha de mudar o "chip".

Aliás, percebi que o caos (por caos entenda-se não ter a roupa em dia, nem a casa sempre a brilhar e  nem as coisas sempre arrumadas) não era assim tão mau, e que não interessava se a casa estivesse assim, desde que a Mariana estivesse bem e feliz.

Para vos ser sincera, sujava mais o chão de tantas brincadeiras e jogos que fazíamos, do que as vezes que o limpava; eram mais as vezes que as coisas ficavam a meio do que as consegui terminar, porque a Mariana chamava ou me pedia colo, e eu ia; a roupa por passar ia amontoando, ao mesmo tempo que os sorrisos da Mariana aumentavam por ter mais tempo para ela.

E sabem que mais? Sou (somos!) muito mais feliz(es) assim; tão mais feliz. 
Aprendi a dar importância e prioridade ao que realmente importa: a minha filha. Porque é ela que faz da casa um lar. E, um dia, quando ela seguir o seu caminho, vou ter muito tempo para voltar a ser a "Miss Arrumadinha".

Há por aí mais mulheres"maníacas" por limpezas e arrumações que me estejam a ler? Notaram uma mudança no vosso comportamento desde que foram mães? Também vos custou "perceber" que há coisas tão mais importantes do que uma casa "arrumadinha" e "sempre limpinha"?
Contem-me tudo; "sou toda ouvidos", como sempre.

Até ao próximo post!

Nota: o Facebook mudou o algoritmo; vão ver mais posts dos vossos amigos e menos de páginas onde deixaram o vosso like. Querem saber quando há publicações nossas e estar sempre a par das novidades? Então na página de facebook do blogue, clicam onde diz “A Seguir” e selecionam "Ver Primeiro".
Sigam-nos ainda no Instagram aqui e no blogspot também conto convosco - vão à página inicial aqui do blogue; no canto superior direito clicam "seguir" e já está 😊.

@Mamã do @Bazar @#

Sem comentários:

Enviar um comentário

"Sete anos do melhor de mim..."

#@ Sete anos; a minha princesa faz hoje sete anos 💖. Filha, apesar de hoje ser o dia do teu sétimo aniversário, já te amo há mais tempo que...