terça-feira, 31 de outubro de 2017

"Coração de mãe tem de aguentar e ser de ferro"


#@ Filhos doentes; é das coisas mais duras e difíceis para o coração de uma mãe. Daríamos tudo para trocar de lugar com eles; para que não sofram; para que a saúde nunca os "abandone". Racionalmente, sabemos que viroses; "ites"; febre; tosse; nariz a pingar; espirros; tudo faz parte desta época do ano (apesar das estações andarem trocadas!). Mas, emocionalmente, a história é outra...

Dói, sim a palavra é mesmo "dói", quando os nossos amores maiores estão doentinhos e não há nada que possamos fazer para mudar isso. E não falo das noites em claro; da febre que teima em não baixar; do choro de dor; dos vómitos e diarreias; da falta de ar; das otites que "rebentam"; das dores de barriga; da falta de apetite; de nos levantarmos mil vezes para ver a temperatura; do (não) dormir com eles ao colo porque querem a "mamã"; da total privação de sono... Isso é o menos. Falo sim da dor emocional; psicológica (e por vezes física); da impotência de os ver "assim".

E o que faz uma mãe? Seria de esperar que "caíssemos para o lado" de exaustão e cansaço... Mas não! Tristeza ou desanimo nem são opção! "Vestimos" a nossa capa de super mulheres; colocamos o maior sorriso no rosto e "bola para a frente". Mesmo após noites em claro, dizemos aos filhotes que está tudo bem (quando o que mais queremos é ficar com eles!); que o "dói-dói" vai passar depressa; que temos de ir trabalhar, mas que o papá ou os avós vão cuidar muito bem deles.... E saímos (com o nosso coração do tamanho de um grão de areia), para enfrentar mais um dia de labuta. 

Vamos buscar forças não sei onde nem como; mas "elas estão lá". Fazemos o nosso trabalho o melhor que pudemos (a contar as horas e minutos para voltar a casa e dar aquele abraço aos pequenotes!); com uma força e capacidade de adaptação inigualáveis. Somos mães; e as mães são de ferro (mesmo quando o que mais queremos e precisamos é de colinho). Somos fantásticas; uma força da natureza. E não nos podemos esquecer disso nunca.

Alguém se revê nesta "história"? Muitos "corações de ferro" por aí? Onde vão buscar forças nos momentos menos bons? Às vezes cansa ser "de ferro".... Mais alguém sente o mesmo? "Sou toda ouvidos".

Sigam-me no facebook aqui; sem esquecer de me seguirem também no blogue (basta irem à página inicial; canto superior direito; opção seguir).

"Vejo-vos" no próximo post ❤!

@Mamã do @Bazar @#

Sem comentários:

Enviar um comentário

"Sete anos do melhor de mim..."

#@ Sete anos; a minha princesa faz hoje sete anos 💖. Filha, apesar de hoje ser o dia do teu sétimo aniversário, já te amo há mais tempo que...